sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Sede Santos como vosso Pai é Santo!

          Primeiro Deus nos ama e depois, por amor, Ele nos chama e nos dá a graça de mudarmos de vida para sermos santos como Ele é.
          Essa linda mudança que acontece em nossa vida precisa estar recheada de perseverança e desejo de  estar na vontade de Deus até o fim.
          Aqueles que escutam e conseguem ver o exemplo de Cristo precisam praticar viver a vida de Cristo e toda a essência de sua Palavra, que vai nos formando para chegar a santidade.
          Devemos deixar o exemplo de Cristo nos conquistar, nos motivar e nos impulsionar.
         A vivência da Palavra é necessária para aqueles que querem estar perto do Mestre Jesus e se deixar modelar dia a dia por Ele. É também necessário estar aberto a tudo aquilo que o Mestre nos coloca, desde a aceitação dos momentos fáceis como também dos momentos difíceis que irão nos levar a uma vida santa.
         Precisamos entender que só seremos verdadeiros naquilo que buscamos diante de Deus, quando tivermos testemunho de vida, pois a nossa vida cristã só será confirmada em nós quando tivermos algo para contar por experiência de vida, lembrando dos momentos difíceis que passamos, mas sempre superados pela graça de Cristo em nós.
        Devemos durante toda a vida amar a Deus sobre todas as coisas e assim colocá-Lo sempre maior que nossos problemas. Também devemos entender que problemas e dificuldades bem vividos, serão sinônimos de santidade.
        Como foi dito, viver a Palavra é perceber que o Senhor não é deste mundo (cf. Jo18, 36) e que nós também não devemos ser. Quando o Senhor Jesus expõe essa verdade, Ele quer dizer que o seguimento do mundo é totalmente contrário à sua vontade e o motivo pelo qual Ele veio ao mundo. Podemos ver que as alegrias, os poderes, os bens, etc. sugeridas pelo mundo são contrários aos de Cristo. O que para o mundo é perda, em Cristo é ganho.
        Quanto mais formos desapegados do mundo, mais seremos apegados a Cristo. Quanto mais apegados a Cristo, mais santos nós nos tornamos. É isso que importa. É a isso que Cristo nos chama!!!
        Que nós possamos descobrir, o mais rápido possível, a alegria de viver com Deus,  sendo Ele o importante em nossas vidas.
        Se perco as coisas deste mundo, mas estou com Cristo, sempre ganharei para a vida eterna.
        Ser Santos! O nosso lugar é o céu! Aceita o desafio?



Claudeson Maiano Silva
Membro da Comunidade Católica Gratidão

Minha experiência de Efusão!!!!

          Para mim é ao mesmo tempo simples e difícil escrever sobre meu "Batismo no Espírito Santo", porque vou querer colocar palavras e as palavras podem não ser as palavras certas, no tempo certo, com uma conjugação certa, porque o batismo pra mim foi um conjunto de tudo. Do meu querer com o querer de Deus, com a música, com as pessoas que rezavam por mim, com o dia, com a continuação da noite, com as palavras ditas, com o violão tocando. Tudo isso são infinitas palavras que muitas vezes não vou conseguir colocar em um papel, mas uma coisa eu consigo dizer.... naquela noite “ EU QUERIA”.

          Foi numa terça feira, a Comunidade estava começando a ser fundada e Deus já colocava a terça-feira de oração no coração do nosso fundador. Estava eu, a Sâmia, o Regis e o Igor. A oração era simples e cada um iria rezar pelo outro.
          Nunca tinha participado dessa maneira e rezado desse jeito. Eu havia feito o retiro Intimidade com Maria. Acredito que no retiro fui batizada pelo Espírito Santo, só que de maneira que Deus me mostrou seu amor. Não sei, sinceramente não sei explicar.
          Nessa terça feira foi totalmente diferente. Foi a efusão do Espírito Santo. A oração começou e eu ia atrás das pessoas repetindo o que elas diziam. Elas pediam o Espírito Santo, eu pedia; pediam a presença de Nossa Senhora, eu pedia; a presença dos anjos, eu pedia também; cantavam e eu cantava indo atrás; mãos levantadas e eu ia. “Vem Espírito Santo" e eu "vem Espírito Santo"...... Repito, naquele dia eu queria...
          Estava suja. Não é que me sentia suja, mas eu queria mudança. Olhava para aquelas pessoas (Samia e Régis e via que eles eram diferentes. Sabia que o motivo deles serem diferentes era porque tinham Deus).
          “Ahhh, mas eu quero...!!!!”
          E foram rezar por mim, impuseram as mãos sobre mim e no meu coração eu pedia com eles o “batismo” no Espírito Santo. Eu pedia: “Senhor não entendo isso aqui, mas faz. Eu quero, escuta a oração deles.” Fui me entregando.... parece fácil né?! (risos), mas é fácil, basta você querer...
          Só sei que comecei a tremer. Eu sentia que eu estava tremendo, só que eu não conseguia parar e ficava com vergonha porque sabia que as pessoas viam eu tremer. Não conseguia parar. Meu coração pulava muito, a lágrima caia, meu pé pegava fogo, minhas mãos também, eu estava leve e queria muito orar em línguas.
          Eu achava fantástico a oração em línguas. No dia até comecei, pois sabia que o Senhor derramava este dom sobre mim, mas fiquei com vergonha das pessoas, por isso comecei, mas parei rápido.
          É muito massa... ficar embriagada pelo poder do Espírito Santo.
          Nessa hora, Jesus não me mostrou nada, mas senti tudo. Acabou a oração, simplesmente fiquei passada e fomos partilhar. Eu não falava nada, queria ficar sozinha, tava boba e tentava até falar o que eu senti, assim como tento agora, só que para mim é impossível descrever o que senti. Repito, é simples, complicado e perfeito.
         Acha que acabou por ai? O melhor ainda estava por vir.
         Fui para casa dormir. Cheguei calada, pois queria pensar no que tinha acontecido. Que coisa louca!!! Deus não faz as coisas pela metade, Ele é o Tudo e tudo fica completo... Quando fui dormir Ele continuou a derramar o Espírito Santo sobre mim. Naquela noite Ele não me deixou dormir. Eu não sabia se estava dormindo, se estava sonhando, enfim, até hoje não sei...
        Eu era queimada por um fogo. A minha pele inteira era queimada e doía muito, parecia que tirava toda minha sujeira e eu chorava bastante. Via uma luz muito forte, sonhava com o Santíssimo Sacramento e vinha nos meus pensamentos os meus pecados. “Manda fogo Senhor!!!!!”. Meu coração estava muito acelerado, vinham músicas e assim como meu pé e minha mão queimavam na oração, acontecia a mesma coisa naquele momento.
          Eu amanheci cansada, parecia que não tinha dormido nada, mas estava feliz. A palavra que me vinha nem era “felicidade”, mas que tinha sido “muito massa”. Nesse dia amanheci querendo ser de Deus, queria muito ser de Deus. Um dia depois, queria ser de Deus. Depois de dois dias, queria ser de Deus; um mês depois, queria ser de Deus; seis meses depois, queria ser de Deus; um ano, queria ser e dois anos e meio depois, ainda quero ser de Deus. Amanhã, quero ser de Deus e cada vez mais Deus vai rompendo a dureza do meu coração.
          Depois desse dia, tanto na oração à noite quanto enquanto dormia, eu fiquei simplesmente encantada pelo Espírito Santo, pelo seu poder. Sei que Jesus derramou apenas uma “gotinha” do Espírito Santo e é assim que a cada dia peço para que Ele derrame “a gotinha” no meu coração e na minha vida. Sempre tem “gotinha”, sempre tem a sede do Espírito Santo e a sede Dele em meu coração.
          Hoje continuo aí, com milhares de pecado, com um tantão, mas com a busca da “gotinha” que me limpa e me renova todos os dias, me dando força para um testemunho cristão e removendo os obstáculos da vida.
         Falo que depois do meu “batismo” as coisas mudaram muito. Eu mudei bastante, nunca mais fui a mesma pessoa. Uma Michelly nova pelo poder do Espírito Santo. E hoje sei que a efusão do Espírito Santo não foi somente para os apóstolos, mas para todos que querem.
         Para mim, caminhar no impulso do Espírito Santo é a melhor coisa!
         Ah é isso... Manda fogo Senhor!!!!!

Michelly Adriana Porto Alves
Membro da Comunidade Católica Gratidão

Eis a nossa Gratidão a Ti, Senhor!!!!!! Presença de amor gratuito, toda a nossa vida e tudo que somos.

video