segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Comungar muitas vezes

Se o mundo te perguntar por que comungas tão freqüentemente, deves responder-lhe que é para aprender a amar a Deus, purificar-te de tuas imperfeições, livrar-te de tuas misérias, procurar consolo em tuas aflições e fortificar-te em tuas fraquezas. Dize ao mundo que duas espécies de homens devem comungar muitas vezes: os perfeitos, porque, estando bem preparados, fariam muito mal de não se chegarem muitas vezes a esta fonte de perfeição, e os imperfeitos, a fim de aspirarem à perfeição; os fortes para não se enfraquecerem, e os fracos, para se fortificarem; os sadios, para se preservarem de todo contágio, e os doentes, para se curarem. E acrescenta que, quanto a ti, que és do número das almas imperfeitas, fracas e doentes, precisas receber muitas vezes o Autor da perfeição, o Deus da força e o Médico das almas.

Dize ao mundo que os que não se ocupam muito de negócios devem comungar muitas vezes, porque tem tempo, e os que têm muito que fazer, porque, carregados de muitos trabalhos e penas, tem necessidade do alimento dos fortes. Dize, enfim, que comungas freqüentemente para aprender a comungar bem; porque nunca se faz bem uma coisa em que raramente se exercita.

Comunga muitas vezes, Filotéia (Alma que ama a Deus), e tantas quantas puderes, debaixo da direção de teu padre espiritual, e crê-me que, se o corpo toma as qualidades do alimento de que se nutre habitualmente, como vemos nas lebres de nossas montanhas, que no inverno  se tornam brancas, porque  só vêem neve, e só comem neve, crê-me, digo, que, alimentando muitas vezes tua alma do Autor da beleza e da bondade, da santidade e da pureza, ela tornará a seus olhos toda bela e boa, toda pura e santa.

São Francisco de Sales
Texto tirado do livro Filotéia

São Francisco de Sales, rogai por nós!!!!!!!