sexta-feira, 11 de abril de 2014

Exercícios - Teologia do Corpo. O Corpo Humano, tema das obras de arte



Boa noite! 


Vamos refletir um pouco sobre nosso último encontro, e, para isso, pedimos a você que se coloque em oração para fazer o exercício, deixando que a graça de Deus aja em você. 

Começamos apresentando um trecho da catequese de JPII acerca da arte:


"[...]O homem se encontra com a 'realidade do corpo' e 'experimenta o corpo' também quando este se torna tema da atividade criativa, obra de arte e conteúdo da cultura[...]" (TdC 60)

O Papa diz que a arte deve contribuir para a castidade, sendo "necessário pensar também nas necessidades de criar clima favorável à pureza." (TdC 60).

Diante disso, propomos um exame daquilo que você tem consumido como valor de "cultura".

Lembre-se que cada ser humano é único e não pode ser tratado como coisa. Às vezes, por estarem em uma realidade distante da nossa, olhamos para o próximo como algo, esquecendo-nos que todos foram criados à imagem e semelhança de Deus.

"[...]Seguindo a sensibilidade pessoal, o homem não quer tornar-se objeto para os outros por meio da própria nudez anônima, nem quer que o outro se torne para ele objeto de maneira semelhante[...]" (TdC 61)

Para contribuir em seu exame, trazemos alguns trechos de uma pesquisa realizada pela Universidade de Buffalo, nos EUA, publicada na edição de setembro do periódico Sexuality & Culture, que analisou a sexualização de homens e mulheres nas capas da revista Rolling Stone nas últimas três décadas.

A pesquisa concluiu que aumentaram as representações erotizadas de homens e mulheres, mas as imagens hiper-sexualizadas do sexo feminino cresceram em um nível bem maior.

Revela o estudo:

“[...]Nos anos 2000, havia 10 vezes mais imagens hiper-sexualizadas de mulheres do que de homens e 11 vezes mais imagens não-sexualizadas de homens do que de mulheres”. Concluímos que os veículos de mídia popular, como a Rolling Stone, não estão representando as mulheres como cantoras ou atrizes sensuais; estão representando cantoras e atrizes como disponíveis e prontas para fazer sexo. Isto é problemático por transformar as mulheres em objetos de prazer sexual de outros.

O problema, é que a hiper-sexualidade domina a representação cultural do que significa ser mulher hoje em dia. E a mídia acaba se tornando outro modo pelo qual as pessoas se moldam. No estudo, é citada uma ampla análise que mostra a relação entre representações sexualizadas de mulheres e a violência contra elas, assim como uma variedade grande de ameaças sexuais e, em alguns homens, atitudes grosseiras contra mulheres.

Além disso, as imagens de perfeição inatingível e hiper-sexualidade das mulheres aumentam os índices de distúrbios alimentares e insatisfação com o corpo. As pesquisadoras acreditam ainda que tais imagens estão relacionadas ao aumento do sexo na adolescência e à insatisfação sexual entre mulheres e homens.[...]"

Agora, perguntamos a você: As músicas, novelas e os demais programas de televisão, os filmes, revistas e os jornais, as páginas de internet e todos os diversos assuntos apresentados como arte que você consome contribuem para pureza de coração (a sua e a daqueles que estão "expondo a arte"), mencionada pelo Papa? 

Nessa resposta, analise verdadeiramente os seus sentimentos, sentidos e atitudes após apreciar tais meios culturais. Examine de que forma é o ideal de família apresentado e como isso contribui para aquilo que você deseja para a sua vida. Verifique, ainda, o ideal de beleza apresentado e veja se de alguma forma isso contribui para a sua busca pela vaidade.  Procure anotar tudo em seu caderno.

Diante disso, apresente tudo o que foi analisado ao Senhor e peça a Ele a graça de viver uma vida segundo o Espírito também no campo da arte. 

Peça a Ele que tudo na sua vida seja direcionado para o verdadeiro conhecimento de si e Dele e que o seu olhar, seus pensamentos e sentimentos sejam direcionados para a busca da verdade e da dignidade da masculinidade e feminilidade de cada ser humano. 

Peça o auxílio do Espírito Santo, para que aja em sua consciência, a fim de te revelar sempre a forma de como se comportar em busca da castidade. Peça com a certeza de que o Senhor te escuta e que também é interesse Dele que você trilhe um caminho de santidade.

Ao final, agradeça ao Senhor a oportunidade de conhecer a Teologia do Corpo e todo o bem que ela tem te trazido.

Para acessar o conteúdo completo da reportagem, clique aqui.

A imagem acima é de São José e o menino Jesus, e foi insculpida por um artista influenciado pela Teologia do Corpo. Para ler uma de suas entrevistas, clique aqui.

Desejamos a você uma ótima Semana Santa!

Nenhum comentário:

Postar um comentário