sexta-feira, 4 de julho de 2014

Testemunho de Teologia do Corpo







O estudo da Teologia do Corpo veio na minha vida para remexer, revirar e lançar fora, tantos conceitos que eu aprendi e vivi erroneamente sobre o meu corpo, sobre o ser homem, o ser mulher, a sexualidade e até mesmo sobre o que é amor.

Aprendi que o meu corpo não é apenas uma matéria enquanto vida eu tenha, ele fala, é território santo, é sacramental, é a fonte pela qual eu posso expressar a minha espiritualidade e isso me faz compreender que corpo e alma são unidos e não separados. No meu corpo eu torno visível o invisível, “o mistério de Deus revelado na carne humana”.

Com os estudos posso enxergar homem e mulher como seres humanos criados por Deus para o amor, chamados a viver a sua dignidade, o amor esponsal. O homem que deve possuir-se a si mesmo para se doar ao outro como dom e não como objeto de prazer. Fomos criados para amar como Jesus amou.

A TdC é via de salvação para minha feminilidade, me faz ter um novo olhar para a minha sexualidade, um desejo de viver a pureza, o domínio de mim mesmo, a vivência da castidade, o amor que espera.

Hoje posso afirmar que o verdadeiro sentido de amar vai além do que “achava que conhecia muito bem”. O amor é doação ao outro sem esperar nada em troca. O amor não cessa de buscar lá no fundo do outro o que existe de melhor, nunca deve ser abusivo, indiferente ou egoísta. O amor gera vida no outro. 


“O que Deus preparou para os que amam é algo que os olhos jamais viram, nem os ouvidos ouviram, nem coração algum jamais pressentiu” 1 Cor 2,9.

Juliana Santos
Discípula Missionária da Comunidade Gratidão

Nenhum comentário:

Postar um comentário