quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Dá-me um coração UM!



No meio da noite, um pedido, uma confiante súplica:

Senhor, mostra-me Teu caminho
e eu me conduzirei segundo a Tua vontade.
Unifica meu coração
para que ele tema o Teu Nome! (Sl 86/85,11)

Nosso coração é quebradiço, espatifado em mil pedaços, em mil desejos contraditórios por causa do pecado. Somente um coração unificado pode abrir-se verdadeiramente para o Deus Um!

Como isso é possível? Não é! A não ser que o próprio Espírito do Cristo Jesus, habitando o nosso coração, cure-nos, restaure-nos, não para nos fazer voltar ao antigo Adão antes do pecado, mas fazendo-nos caminhar para frente, para o Novo Adão, o Homem Perfeito, modelo de todo homem, protótipo do primeiro Adão, o Cristo nosso Senhor imolado e ressuscitado.

Jesus, esvaziado de Si na Encarnação, triturado na Cruz, exaltado em glória na Ressurreição! Ele é o Homem pleno, todo Senhor de Si porque todo unificado no Pai, a ponto de poder dizer: "Quem Me vê, vê o Pai! Eu e o Pai somos Um!"

Ora, somente deixando-nos guiar pelo Espírito do Cristo, teremos Seus sentimentos, Suas atitudes, Sua tensão plena, total, absoluta em relação ao Pai. Então, seremos livres das tantas vontades desencontradas, das tantas paixões, das nossas tristes ilusões! Assim, deixaremos para trás nossas vontades e teremos o coração unificado na vontade do Pai, com Jesus e como Jesus, por obra do Espírito que nos dá a vida e os sentimentos de Jesus.


E seremos livres, e seremos plenos, e experimentaremos em nós o Reino de Deus, que começa aqui, no nosso coração, expande-se nas nossas relações com os outros e a criação, impregna as estruturas e será pleno na Glória!

Dom Henrique Soares
Fonte: http://costa_hs.blog.uol.com.br/arch2013-10-06_2013-10-12.html#2013_10-07_02_36_42-2574690-0

Nenhum comentário:

Postar um comentário